Por que é preciso falar?

A Importância de desabafar




Todas as pessoas passam ou passarão por situações de angustia, tristeza, decepção, frustração entre outros sentimentos ruins que a vida nos proporciona. Alguns desses sentimentos podem ser desencadeados por situações mais simples, que poderão ser consideradas por alguém que está fora do problema, como algo banal ou situações consideradas mais complexos e difíceis de lidar.


A partir do momento em que esses sentimentos ficam guardados dentro nós, eles se acumulam podendo ser causador de diversos problemas de saúde física e mental, tais como stress, crises de ansiedade e o pior de todos que é a depressão. De acordo com uma pesquisa realizada pela Organização Mundial de Saúde, a OMS divulgada pelo Centro de Valorização da Vida (CVV) e pela ABRATA (Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos) em agosto de 2019 aproximadamente 12,1 milhões de pessoas sofrem com depressão no Brasil, o que nos coloca como o primeiro da América latina no ranking de população depressiva. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) complementa a informação indicando que destes 12,1 milhões 20% são jovens e adolescentes entre 11 e 19 anos de idade. Assustador, não?


A melhor maneira de se livrar desses sentimentos ruins e se manter saudável, é conversando sobre eles, falar, desabafar. As pessoas precisam de alguma forma falar sobre o que lhes incomodam, quando desabafamos buscamos o equilíbrio entre a mente e o físico.


A partir do momento em que as emoções e sentimentos são muito intensos e ficam acumulados dentro de nós provocam uma série de descargas adrenérgicas por todo o corpo provocando um desequilíbrio e a função neocortical do cérebro é desativada; com o excesso de adrenalina começamos a agir de maneira defensiva, como se estivéssemos sempre prontos pra reagir a uma luta ( sentimos que todos estão contra nós e respondemos de forma agressiva e intensa) e com a função neocortical desativada nos sentimos confusos o que nos leva, em alguns momentos, a ver as coisas de forma distorcidas e não conseguimos identificar qual a real razão de nossas perturbações. Em consequência disso, nossa estrutura física reage, os músculos se contraem e tensionam, não conseguimos relaxar o suficiente para dormir bem, afinal para a nossa mente devemos estar em alerta, "prontos para reagir a qualquer possível ameaça ", é um verdadeiro e intenso desequilíbrio corporal.


Ao desabafar colocamos pra fora todos esses sentimentos ruins e reequilibramos nossa estrutura corporal. Corpo e mente se reorganizam quando falamos sobre nossas emoções liberamos o excesso de adrenalina acumulado, da mesma forma que ocorre na prática de exercícios físicos, então ao falar relaxamos e limpamos nossa mente. Desabafar também nos permite recuperar a função neocortical do cérebro pois ao tentarmos explicar determinada situação a alguém com um menor nível de adrenalina no corpo, temos a oportunidade de rever os acontecimentos com sentimentos menos intensos o que nos permite enxergar tudo com um novo olhar.


Segundo o dicionário da língua portuguesa,

"Desabafo : substantivo masculino

1. franca expansão de sentimentos e pensamentos íntimos.

2. manifestação ou ocorrência que satisfaz um desejo que estivera impossibilitado de se realizar; desafogo, desopressão."


Esta expansão de sentimentos, ou seja, a forma como se "coloca pra fora" suas emoções ou pensamentos mais íntimos, ocorrem de maneiras diversas em cada pessoa. Alguns se utilizam da arte como uma forma dessa "manifestação que satisfaz um desejo", então, nesse caso, utilizam à escrita, o desenho, a pintura, a escultura, entre outros para desafogar ou satisfazer um sentimento íntimo. Freud ao observar Leonardo da Vinci, em estudo realizado na primeira década do século XX, chega a sugerir que a forma como Da Vinci se dedicava aos seus estudo e a sua arte seria um meio de enaltecer seus desejos e sentimentos desconhecidos.

Outra forma, que já foi um dia, a mais utilizada para a realização do desabafo é a fala. As pessoas que não tem a arte como mecanismo de defesa costumavam desabafar através da conversa com alguém próximo. Porém devido as demandas nos tempos atuais temos dois fenômenos acontecendo: o aumento do stress em pessoas cada vez mais jovens e o aumento do distanciamento social principalmente entre jovens e adolescentes que ficam imersos por horas no ambiente virtual.


Desta forma, vemos o aumento da necessidade de desabafar e a diminuição das possibilidades de como fazê-lo. Então este é o principal papel social da Rede Conversando com Você ampliar as possibilidades e os meios pelos quais você pode desabafar, colocar pra fora tudo o que tem lhe incomodado e quando você não souber com quem falar, saiba que estamos aqui para lhe escutar.


Além disso traremos para você conteúdos de qualidade sobre temas que são os principais causadores de dilemas pessoais entre jovens e adolescentes. Estes conteúdos distribuídos em textos, vídeos e músicas lhe farão sentir mais confiança, lhe abrirão os olhos em determinadas situações e lhe possibilitará ver as coisas por outros ângulos permitindo que você repense determinadas atitudes e reflita melhor diante desta ou daquela situação.


Espero que essas informações façam com que você se permita aproveitar mais os momentos de desabafo e fale sobre seus sentimentos e aflições, para que se conheça melhor e adote uma postura mais saudável perante os desafios da vida.


Vamos conversar!?


Fala comigo! Fique certo de que isso irá lhe ajudar...


Estou lhe aguardando.


Bjos


Amor e paz!

37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo